Dia do Município é comemorado com a atribuição da Medalha de Mérito

Em dia de celebração municipal, Estarreja presta homenagem a personalidades e instituições que honram o nome do Município. Tendo em conta a atividade desenvolvida, a dedicação e o relevante mérito das suas ações e contributos, em 2021 será atribuída a Medalha de Mérito Municipal ao Padre Manuel António Valente Pombo (a título póstumo), a Álvaro Francisco Rodrigues Garrido e à SEMA – Associação Empresarial.

Quarta, 09 de Junho 2021


Assinalando solenemente o Dia do Município, 13 de junho, a Câmara Municipal de Estarreja galardoa personalidades ou entidades que contribuam ou tenham contribuído para o desenvolvimento e dignificação do Concelho de Estarreja, ou que pela sua ação ou percurso se tenham notabilizado, constituindo exemplo para a Comunidade. 

Será ainda prestada homenagem a atletas e clubes que se sagraram campeões nacionais na última época, aos melhores alunos do ano letivo 2019/2020 e aos trabalhadores da Câmara Municipal que se aposentaram e aos que comemoram 25 anos de serviço.

A cerimónia de entrega das distinções ocorrerá na Sessão Solene a realizar no dia 13 de junho, domingo, pelas 15h00, no Cine-Teatro de Estarreja.


SEMA – Associação Empresarial

Desde a sua fundação em 30 de abril de 1996 que o crescimento e desenvolvimento da estrutura desta instituição é reconhecido pela nossa comunidade. 

Iniciou a sua atividade, enquanto ACEM – Associação Comercial de Estarreja e Murtosa e em 30 de abril de 1999 alargou a sua intervenção ao setor industrial destes concelhos, passando a adotar a designação de ACIEM – Associação Comercial e Industrial de Estarreja e Murtosa. 

Posteriormente, a 3 de agosto de 1999, estende a sua área de ação ao vizinho concelho de Albergaria-a-Velha e altera a sua designação social para ACIEMA – Associação Comercial e Industrial de Estarreja, Murtosa e Albergaria-a-Velha. 

A 20 de novembro de 2000, a associação passa a integrar, também, o concelho de Serve do Vouga. Em 16 de março de 2001, por deliberação da Assembleia Geral, é alterado o nome da associação para SEMA – Associação Empresarial, representando hoje todos os setores de atividade económica dos concelhos de Estarreja, Murtosa, Albergaria-a-Velha, Ovar e Sever do Vouga. 

Considerada como Instituição de Utilidade Pública, a 18 de abril de 2000, por despacho do Senhor Primeiro-Ministro António Guterres, a SEMA – Associação Empresarial é publicamente reconhecida pelo papel fundamental que desempenha diariamente na representação e defesa dos seus associados, com vista à criação de novas oportunidades que promovam o crescimento e desenvolvimento do tecido empresarial e da economia local. 

Em 2 de Outubro de 2018, a SEMA alarga a sua atividade ao concelho de Ovar, instalando a sua Delegação nesta cidade e passando a representar 5 concelhos da Região de Aveiro. Não podemos deixar de salientar o apoio que a SEMA - Associação Empresarial deu e continua a dar aos muitos Luso descendentes, especialmente da Venezuela, proporcionando o seu melhor acolhimento e colocação no mercado de trabalho.


Padre Doutor Manuel António Valente Pombo

Manuel António Valente Pombo nasceu no Lugar do Agro, na Freguesia de Pardilhó, a 1 de março de 1906.

Frequentou a escola primária em Pardilhó. Em 1916 foi para o seminário Episcopal de Nossa Senhora do Rosário de Vilar, no Porto, onde terminou os seus estudos em 1925. 

Em 1929 finalizou os seus estudos eclesiásticos com o Doutoramento em Filosofia, pela Universidade Gregoriana, Roma. Foi convidado, pelo Bispo D. António Augusto Castro Meireles a exercer funções de professor de Filosofia e prefeito no Seminário de Vilar em 1929, onde trabalhou até 1936, participando ativamente na Ação Católica, inclusivamente, foi para Lisboa para assumir esta missão à qual já se entregara. 

Em 1947 forma, em conjunto com o Padre Manuel dos Santos Brito, António Maria de Abreu Freire e Alberto Lopes Rodrigues, a Sociedade Limitada do Grande Colégio Universal, na Rua da Boavista, onde também foi professor. 

Entre 1947 e 1979 foi capelão na Igreja de Nossa Senhora de Lapa e no período compreendido entre 1960 e 1977 trabalhou no Hospital de São Francisco, no Porto, como vice-provedor. 

O vasto espólio do Dr. Pombo é importante por ser testemunho de uma época de grandes mudanças, que vai desde o tempo dos movimentos sociais-cristãos como a Ação Católica, do início da atividade das Missões Católicas Ultramarinas, até aos tempos do Concílio Vaticano II e à transformação que se operou na década de 70 do século passado. 

A revista LUMEN e o jornal NOVIDADES, onde ele colaborou durante uma década, são os principais focos das ideologias vigentes e da transformação cultural que se operou na sociedade. 

O COMPÊNDIO DE HISTÓRIA DA FILOSOFIA, de F. J. Thonnard (1953), foi o livro mais editado e divulgado por todas as faculdades de Filosofia e de História das universidades e das instituições de ensino superior, religiosas e laicas, do mundo ocidental, traduzido em mais de 8 idiomas.

A tradução portuguesa, da autoria do Dr. Pombo, foi editada em Portugal e no Brasil. Serviu de compêndio de referência até ao final do século passado na quase totalidade das instituições de ensino superior. 

Em 1977 regressa à sua terra natal, Pardilhó. Colaborou com o serviço religioso na Paróquia de Pardilhó e foi celebrante da missa na Capela de Santa Luzia Em Avanca. 

Tendo já colaborado nas alocuções proferidas no primeiro dia da emissora católica “Rádio Renascença” em 1936, manteve a ligação ãos meios radiofónicos, colaborando na Rádio Moliceiro e mais tarde na Rádio Voz da Ria. 

Reconhecido e recordado como um homem que distribuiu bom humor e criou fortes laços afetivos, faleceu no dia 10 de abril de 1990, aos 84 anos. 

Ele marcou uma geração dos seus alunos, os do seminário e os do Colégio Universal, e ficaram em memória as polémicas e os debates travados com seus contemporâneos, alguns deles colegas de formação, como D. António Ferreira Gomes, o polémico bispo do Porto. 


Doutor Álvaro Francisco Rodrigues Garrido 

Álvaro Francisco Rodrigues Garrido nasceu em Beduído, em 1968. É licenciado em História e mestre em História Contemporânea de Portugal pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. 

Doutorou-se em Economia (especialidade de Estruturas Sociais da Economia e História Económica) na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, onde leciona desde 1995. 

Historiador de formação, tem dedicado a sua vida académica ao estudo da história económica e social portuguesa e europeia. 

É investigador integrado do CEIS20 – Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX e investigador colaborador no Instituto de História Contemporânea.

Desde 2001 esteve ligado ao Museu Marítimo de Ílhavo, onde foi diretor e mais tarde consultor, colaboração que o próprio avaliou como “globalmente muito positiva”, alicerçada num grande trabalho “ao nível da identidade do município e de toda a memória mítica e lendária da pesca do bacalhau que foi aberta e democratizada, tornando-a cada vez mais inclusiva” (“O Ilhavense”, 16 de dezembro de 2019). 

Assumiu a direção da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, para o biénio de 2020/2022, tendo tomado posse no dia 20 de fevereiro de 2020, após ter sido eleito em Assembleia de Faculdade no dia 14 de fevereiro. 

A sua área de estudos incide nas instituições do corporativismo salazarista e na história marítima e das pescas. 

Tem uma vasta obra publicada e é também autor de documentários de longa-metragem produzidos pela RTP, entre eles, “A Grande Aventura”, documentário sobre a pesca do bacalhau e da memória dos portugueses na Terra Nova e “Mar Português” que pretende mostrar a nova face da economia marítima portuguesa. 

 

Programa do Dia do Município
13 de junho 2021

15h00 Cine Teatro de Estarreja 
Sessão Solene do Dia do Município Transmissão online nas redes sociais do Município

17h00 Praça Francisco Barbosa Missa Campal
Este ano, as cerimónias religiosas em homenagem ao Santo António incluem uma Missa Campal na Praça Francisco Barbosa, com lotação limitada à capacidade do recinto, não havendo lugar a Procissão Solene.

21h00 Cine Teatro de Estarreja Concerto da Orquestra Filarmonia das Beiras, com o Maestro Cláudio Ferreira e a Solista Inês Pinto 
(entrada gratuita, mediante levantamento obrigatório de bilhete)


Consulte neste link as personalidades e entidades distinguidas com Medalha de Mérito Municipal.