Descobrir novos horizontes no ano letivo que agora começa

Programa Municipal de Educação reúne mais de 60 propostas

Segunda, 09 de Setembro 2019


“Estamos preparados para o ano que aí vem”, afirmou o Presidente da Câmara Municipal de Estarreja, Diamantino Sabina, na abertura do novo ano letivo. O Cine-Teatro de Estarreja encheu na tarde da última quarta-feira, dia 4, para dar as boas-vindas a toda a comunidade escolar, apresentar o Programa Municipal de Educação (PME) e prestar homenagem aos alunos de mérito e aos profissionais da educação que se aposentaram. Esta semana, mais de 4 mil alunos regressam às salas de aula em Estarreja.

“O Município é um parceiro importante na nossa comunidade escolar”, referiu o autarca que, olhando para o PME, deu três exemplos da dinâmica local. O ensino do mandarim, iniciado o ano passado nos 3.º e 4.º anos irá ser estendido ao ensino secundário; o Polo de Música do Conservatório Calouste Gulbenkian de Aveiro tem vindo a crescer e irá ter uma nova disciplina na área da dança; e a criação do curso técnico superior da Universidade de Aveiro, outra novidade do novo ano letivo que funcionará em horário pós-laboral a partir de outubro.

Com cerca de 60 propostas nas várias áreas, da música ao teatro, da leitura às ciências, do ambiente à proteção civil, empreendedorismo e cidadania, o PME foi apresentado pelo Vereador da Educação, João Alegria. “Representa mais um meio para enriquecer os conhecimentos e complementar o que se aprende na sala de aula. As propostas são muitas e diversificadas”. 

O PME está recheado de atividades, projetos e recursos, sendo inteiramente dedicado aos alunos, às suas famílias e aos professores e educadores. Serviços de Apoio à Família, Ação Social Escolar, Projetos e Atividades Anuais, Ação Social Escolar e um plano de atividades completam este programa promovido pela Câmara Municipal e que tem o objetivo de complementar a aprendizagem, fornecendo ferramentas pedagógicas alternativas e enriquecendo as vivências e experiências, muitas das vezes em contexto fora da sala de aula. 

“O Município continuará, em parceria com as Escolas, o trabalho de inovação e diferenciação para a consolidação de melhores resultados e competências dos nossos alunos. Vamos apostar em áreas estratégicas para o desenvolvimento pessoal e social dos nossos alunos e da nossa comunidade, na perspetiva de uma educação para todos, reforçando as componentes de educação não formal”, afirmou João Alegria.

Inovar com Robótica, programação e impressão 3D 

Durante a Sessão de Abertura do Ano Letivo 2019/2020 foi apresentado o Educ@RA, que surge no âmbito da candidatura da CI Região de Aveiro ao Projeto de Prevenção do Abandono Escolar Precoce e Promoção do Sucesso Escolar. 

Tendo como áreas de ação a robótica, programação e impressão 3D, e entre um vasto leque de atividades a realizar ao longo do ano letivo, abrangendo todos os anos de escolaridades e a capacitação dos docentes, este novo projeto prevê a realização do Concurso Anual CTEAM, cujo objetivo é promover o envolvimento dos alunos do 1.º ciclo e da comunidade educativa em torno do mote Reinventar um Brinquedo, associando a esta ideia conceitos de ecologia e reutilização de materiais.

O autarca adiantou que o número de alunos aumentou para 4089, no sistema de ensino público e privado do concelho, desde o pré-escolar à formação para adultos.

Organizada em articulação com os Agrupamentos Escolares de Estarreja e Pardilhó, um dos momentos mais aguardados da sessão foi a homenagem aos alunos de mérito. O Agrupamento de Escolas de Estarreja distinguiu 91 estudantes de todos os ciclos de ensino, que representam os 3 mil alunos do agrupamento.

 

Consulte o Programa Municipal de Educação 2019 – 2020