Escola Municipal de Natação premiada pela Federação Portuguesa de Natação

Boas notícias chegaram da Gala de Natação que decorreu em Cascais. A Escola Municipal de Natação de Estarreja está uma vez mais de parabéns pela qualidade dos serviços que presta. Foi no sábado, 13 de outubro, que a Federação Portuguesa de Natação (FPN ) distinguiu a escola do município com o reconhecimento “Grau 2 – Prata”, no âmbito da certificação do programa Portugal a Nadar (PAN).

Sexta, 26 de Outubro 2018


O atual executivo da autarquia de Estarreja tem traçado estratégias de melhoria contínua no processo ensino-aprendizagem e tem implementado novas ferramentas técnico-pedagógicas que têm criado, em conjunto, mais e melhores resultados. O Vice-Presidente do Município de Estarreja, Adolfo Vidal, sublinhou a importância deste prémio na perspetiva de que revela “o acerto da aposta na qualificação da Escola Municipal, processo que já não é de hoje, mas que continuamente é renovado com a implementação das melhores práticas de promoção da natação em particular e da prática desportiva em geral.”

O PAN é um dos programas que resulta do Plano Estratégico 2014-2024 da Federação Portuguesa de Natação e tem como objetivo facilitar o acesso a programas de prática devidamente certificados e inclusivos. Promove a massificação da prática procurando garantir a existência de programas diversificados e técnicos competentes para o ensino, através de práticas aquáticas certificadas, destinadas a diferentes públicos-alvo: bebés, crianças em idade pré-escolar, crianças em idade escolar, até aos idosos. 

Neste âmbito, a Federação desenvolveu, ainda, um modelo de referência para o ensino, com características adequadas ao desenvolvimento do processo de ensino-aprendizagem da natação, que pretende envolver as suas várias vertentes: natação pura, polo aquático, natação artística e natação adaptada.

O processo de certificação técnico-pedagógica das escolas de natação segue metodologias de análise definidas pelo departamento técnico da FPN, que visam a melhoria contínua das escolas de natação, bem como a implementação de boas práticas e a promoção da natação de forma a assegurar uma prática estruturada e regulada.