Ecopontas e papachicletes para um Município mais limpo

Equipamentos destinam-se à colocação de pontas de cigarro e pastilhas elásticas, permitindo assim melhorar a higiene e limpeza das ruas da cidade e dos centros cívicos.

Segunda, 23 de Julho 2018


Esta primeira fase do projeto inclui a instalação de 4 conjuntos (1 papaChicletes +1 ecoPontas) de estruturas destinadas à deposição de pontas de cigarro e pastilhas elásticas, evitando que estes sejam atirados para o chão. Afinal, estes dejetos são dos resíduos mais encontrados nas praças, passeios e ruas da cidade e de mais difícil remoção.

Foram escolhidos os locais onde mais lixo deste tipo foi recolhido do chão e onde existe um grande fluxo de pessoas. Na Praça Francisco Barbosa e no Complexo de Desporto e Lazer, na Cidade de Estarreja, e nos centros cívicos de Avanca e Veiros. A segunda fase do projeto vai englobar os centros cívicos das freguesias e mais alguns locais na Cidade.

O PapaChicletes, com um design arrojado e atrativo, por recurso à impressão 3D, pretende incentivar, principalmente o público mais jovem, a colocar ali as pastilhas elásticas usadas. O EcoPontas, igualmente com uma imagem apelativa, irá ter no topo da sua estrutura a realização periódica de inquéritos sobre temas da atualidade, cujas respostas serão quantificadas através da introdução de pontas de cigarros, numa medida que pretende incentivar a população a depositá-las no recipiente em detrimento do pavimento. As estruturas são da autoria do Laboratório de Paisagem, com o apoio da candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia e do Centro para a Valorização dos Resíduos (CVR). 

Através de parceria com o Centro de Valorização de Resíduos, o processo de reciclagem a que serão submetidos estes resíduos permitirá a sua conversão e valorização científica, transformando-os em novos produtos disponíveis para a comunidade, desde a produção de plástico e papel, passando pela energia ou agricultura, num exemplo de inovação e criatividade.